200 livros: Novos intérpretes do Brasil? A geração dos anos 1960-1970

Share

O conceito de “intérpretes do Brasil” deve ser creditado ao crítico literário Antonio Candido por conta de seu clássico prefácio a Raízes do Brasil. Para o autor, a geração que se formou entre as décadas de 1930 e 1940 teria… Continue Lendo

200 livros: O campo e a cidade na literatura brasileira

Share

Para o post desta semana dos “200 livros para pensar o Brasil”, selecionamos 10 livros que abordam questões como violência, pobreza e racismo; resistência, luta e esperança. De um malandro carioca do começo do século XIX a mulheres quilombolas do interior da Bahia do século XXI, de Lima Barreto a Conceição Evaristo, o leitor tem à sua disposição um painel variado sobre os muitos campos e cidades brasileiras Continue Lendo

200 livros: Povos Indígenas no Brasil

Share

Seleção da “200 livros para pensar o Brasil” reúne a obras que discutem, sob diferentes óticas, questões relacionadas aos povos ameríndios no Brasil. ?Entre os livros presentes, estão obras de nomes como Davi Kopenawa Yanomami, Ailton Krenak, Manuela Carneiro da Cunha, Claude Lévi-Strauss Continue Lendo

200 livros: Pioneiros da História Econômica do Brasil

Share

A historiografia econômica produziu no período compreendido entre as décadas de 1950 e 1970 algumas das mais relevantes contribuições para pensar o Brasil. Influenciadas tanto pelo marxismo como pelo estruturalismo latino-americano, essas contribuições buscavam elucidar, a partir do passado colonial,… Continue Lendo

200 livros para pensar o Brasil

Share

A aproximação das comemorações do bicentenário da Independência torna ainda mais necessária e urgente a tarefa de repensar o país. Para contribuir com esse esforço de reflexão, a Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin (BBM-USP) apresenta a seleção dos 200 livros para pensar o Brasil. Continue Lendo

Não cause um acidente

Share

Por Norberto de Assis Não é só olhando pra frente que supomos o futuro. Na verdade, olhar para trás se faz tão importante quanto. Como no trânsito, para não causar um acidente, devemos olhar sempre no retrovisor. Entender que se… Continue Lendo

Manifestos de 1822: política e memória

Share

Por Cecilia Helena de Salles Oliveira Na bibliografia que trata do movimento de Independência do Brasil, os Manifestos assinados pelo Príncipe Regente D. Pedro, datados de 1 e 6 de agosto de 1822, são geralmente interpretados como medidas preparatórias do rompimento com… Continue Lendo

A Semana de arte moderna e contexto do festival de 1922

Share

  Por André Luis Rodrigues A inauguração do Theatro Municipal de São Paulo em 1911, um belo edifício erguido no Morro do Chá, na região central, em estilo arquitetônico inspirado na Ópera de Paris, tinha levado ao primeiro congestionamento de automóveis… Continue Lendo