200 livros: O campo e a cidade na literatura brasileira

Share

Para o post desta semana dos “200 livros para pensar o Brasil”, selecionamos 10 livros que abordam questões como violência, pobreza e racismo; resistência, luta e esperança. De um malandro carioca do começo do século XIX a mulheres quilombolas do interior da Bahia do século XXI, de Lima Barreto a Conceição Evaristo, o leitor tem à sua disposição um painel variado sobre os muitos campos e cidades brasileiras Continue Lendo

Isabel Lady Burton, uma viajante oitocentista

Share

por Patricia Freire do Nascimento Isabel Lady Burton foi uma viajante, exploradora, tradutora e escritora inglesa que viveu no século XIX. Marginalmente conhecida por ser esposa do diplomata, explorador e escritor Richard Burton, ao longo de sua própria vida, Isabel também… Continue Lendo

Cruz e Sousa, o simbolismo à margem

Share

Nascido em Desterro, atual Florianópolis, o poeta João da Cruz e Sousa (1861-1898) é considerado o inaugurador do Simbolismo no Brasil, o que se se deu com a publicação de duas obras, ambas publicadas em 1893: Missal (poesia em prosa) e Broquéis (poesia) Continue Lendo

BBM Indica: Revista Floreal

Share

Lançada em outubro de 1907, Floreal era dirigida e editada por Lima Barreto, então um jovem com 26 anos e sem nenhum livro publicado Continue Lendo

BBM no vestibular – Diálogo entre o acervo da BBM e o vestibular da FUVEST

Share

Preparamos uma linha do tempo onde é possível encontrar uma seleção de obras que estão disponíveis na BBM Digital e que dialogam com temas e conteúdos que fazem parte do vestibular da FUVEST Continue Lendo

Domingos Caldas Barbosa e a música popular brasileira

Share

A história e a obra de Domingos Caldas Barbosa nos colocam diante de um Brasil colonial marcado pela forte oposição entre cultura popular tropical e cultura erudita europeia. O lugar da arte na sociedade lusitana e na brasileira tinha que se haver com a força repressiva dos cânones, com a censura política desfigurante do poder monárquico e com o desprezo racista das elites. É nesse contexto que surge a figura de Caldas Barbosa, mestiço, violeiro, compositor de modinhas e lundus, poeta satírico e talvez o mais famoso e reconhecido nome da música popular brasileira em seus primórdios Continue Lendo

16 livros de Júlia Lopes disponíveis na BBM Digital

Share

No acervo da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin está disponível parte do trabalho produzido por Júlia Lopes de Almeida, escritora de peso no meio literário e jornalístico brasileiro do fim do século XIX e início do XX Continue Lendo

Júlia Lopes de Almeida, uma ilustre mortal

Share

Júlia Lopes de Almeida foi alfabetizada em casa e iniciou sua carreira aos 19 anos como jornalista na Gazeta de Campinas. Contudo, para além do jornalismo, ao longo de sua vida se dedicou à escrita de romances, novelas, contos, peças de teatro, ensaios e crônicas. Continue Lendo

Sem costuras: a produção tipográfica de João Cabral de Melo Neto

Share

Entre os anos de 1947 e 1953, em Barcelona, o poeta João Cabral de Melo Neto encabeçou um projeto tipográfico artesanal, a editora O Livro Inconsútil Continue Lendo

Epidemias do Passado: A varíola pela ótica do cronista João do Rio

Share

A modernização da cidade do Rio de Janeiro, no período denominado Belle Époque, é um processo dissonante. A imagem da ampla Avenida Central – uma tentativa de alcançar o padrão urbanístico europeu, principalmente o parisiense – nos leva a pensar… Continue Lendo