Tratado Descritivo do Brasil em 1587

O Tratado Descritivo do Brasil, escrito por Gabriel Soares de Sousa, conta em detalhes e com riqueza de exemplos os traços mais marcantes do Brasil quinhentista. Os caranguejos, o pau brasil, a rota dos ventos, os costumes dos indígenas, a fertilidade do solo, os engenhos de açúcar e muitos outros tópicos dividem as páginas deste livro, considerado fundamental para a compreensão de como se deram os primeiros contatos dos portugueses com esta terra e com a gente que nela vivia. Continue Lendo

Línguas indígenas, missionários e dominação colonial: o Catecismo da doutrina christãa na lingua brasilica da nação kiriri

O Catecismo da doutrina christãa na lingua brasilica da nação Kiriri, foi escrito pelo padre Mamiani. Nascido na Itália, em 1652, Luís Vincêncio Mamiani entrou para a Companhia de Jesus com 16 anos. Em 1684, sai de Lisboa e vai à Bahia, com o intuito de atuar na Missão do Maranhão. Continue Lendo

Domingos Caldas Barbosa e a música popular brasileira

A história e a obra de Domingos Caldas Barbosa nos colocam diante de um Brasil colonial marcado pela forte oposição entre cultura popular tropical e cultura erudita europeia. O lugar da arte na sociedade lusitana e na brasileira tinha que se haver com a força repressiva dos cânones, com a censura política desfigurante do poder monárquico e com o desprezo racista das elites. É nesse contexto que surge a figura de Caldas Barbosa, mestiço, violeiro, compositor de modinhas e lundus, poeta satírico e talvez o mais famoso e reconhecido nome da música popular brasileira em seus primórdios Continue Lendo