Relatos de mulheres viajantes no Brasil

Ilustração do relato de Lady Isabel Burton (1897).
Share

Em relação ao gênero da literatura de viagem, talvez cause surpresa a informação de que existem, em quantidade considerável, relatos de autoras europeias que viajaram para terras distantes, às vezes até desacompanhadas, em momentos em que a participação feminina fora dos… Continue Lendo

Portinari devora Hans Staden

3301
Share

Nesta série de posts, o blog da BBM irá tratar de algumas releituras do relato do viajante alemão Hans Staden em diversas expressões artísticas. Publicado pela primeira vez em 1557, o livro descreve suas experiências no Brasil e como escapou… Continue Lendo

Flávio de Carvalho na contracorrente

_capa_
Share

“Lincha! Mata!” foram alguns dos gritos direcionados a Flávio de Carvalho por uma multidão que minutos antes caminhava pacificamente em uma procissão do Corpus Christi de 1931 e que teria perseguido o artista pelas ruas do centro de São Paulo.… Continue Lendo

Um retorno a Hans Staden

banne-1
Share

Nesta série de posts, o blog da BBM irá tratar de algumas releituras do relato do viajante alemão Hans Staden em diversas expressões artísticas. Publicado pela primeira vez em 1557, o livro descreve suas experiências no Brasil e como escapou… Continue Lendo

Vidas Secas – a história por trás do título

Página de rosto de Vidas Secas - o momento em que o romance ganha seu título definitivo
Share

Se é válida a recomendação de não se julgar um livro pela capa, o mesmo deve valer para seu título. Mas se a capa pode mudar de edição para edição, o título permanece e se oferece ao leitor como a… Continue Lendo

Graciliano Ramos (o Prefeito) e seus Relatórios de Gestão

Graciliano Ramos, Prefeito
Share

Em 7 de outubro de 1927, uma pequena cidade do interior de Alagoas, Palmeira dos Índios, elegeu o seu prefeito. Este, toma posse em 7 de Janeiro de 1928 permanecendo no cargo até 10 de Abril de 1930, quando renuncia ao… Continue Lendo

O capítulo excluído de Macunaíma

macunaíma-título
Share

Em sua primeira edição, publicada em 1928, Macunaíma era composto por 18 capítulos e um epílogo. A partir da segunda edição, que saiu em 1937, a rapsódia de Mário de Andrade contava com 17 capítulos e um epílogo. O que… Continue Lendo

Regra para uso dos bondes – por Machado de Assis

Um-bonde-na-Tijuca-em-1905-tração-animal
Share

A partir do fim da década de 1860 os bondes, ainda movidos por tração animal, começaram a se multiplicar no Rio de Janeiro. Desde então, muitas empresas se constituiram para explorar o negócio. Em crônica publicada em 1883, Machado de… Continue Lendo

A extrema direita brasileira na década de 30

Share

O movimento integralista surgiu no Brasil em 1932 com a fundação da Ação Integralista Brasileira, a AIB. O integralismo brasileiro é um movimento conservador que busca alguma inspiração no integralismo lusitano e no fascismo italiano – Plínio Salgado chegou a… Continue Lendo

Primeiras veredas de João Guimarães Rosa

IMG_0631
Share

Certos textos literários publicados em jornais e revistas sobrevivem ao esquecimento por motivos alheios a seu próprio valor e muitas vezes são lembrados contra a própria vontade de seus autores. Três contos publicados na célebre revista O Cruzeiro entre 1929… Continue Lendo